BORA PRA PRÁTICA?

ESTÁGIO

Possibilitar a renovação das ferramentas práticas para o alcance da qualificação profissional plena do aluno é mais que uma meta para a FDCON: é um compromisso na formação de profissionais conscientes do seu papel na esfera jurídica profissional. A política de estágios da FDCON visa proporcionar ao aluno a oportunidade de se qualificar e se tornar um candidato apto a uma futura vaga de emprego em quaisquer áreas que se identifique dentro do mundo jurídico, seja na própria empresa onde irá estagiar ou em outra que ele almeje trabalhar.
Para isso, é desenvolvido um plano individual de estágios previamente elaborado entre o aluno, o supervisor de campo e o supervisor docente. Dessa forma, o estágio – obrigatório ou não – pode ser desenvolvido em carga compatível com os horários de aula, embasados na política de estágio da FDCON elaborada em respeito à Lei 11.788/08.

Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, e a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996; revoga as Leis nos 6.494, de 7 de dezembro de 1977, e 8.859, de 23 de março de 1994, o parágrafo único do art. 82 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e o art. 6º da Medida Provisória no 2.164-41, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências.